O uso do cartão tem se tornando cada vez mais frequente pelos consumidores devido à comodidade e simplicidade na hora de realizar os pagamentos, a possibilidade de parcelamentos e a segurança de não precisar andar com dinheiro na carteira. Por isso, é importante entender como funcionam os registros do cartão de débito e crédito na contabilidade.

Atualmente, o recebimento de valores por esse meio de pagamento representa uma grande parte do faturamento do varejo. Por esse motivo, o estabelecimento que quer vender deve estar adequado a essa realidade.

Quer saber como fazer os registros das vendas via cartão? Continue lendo este texto e conheça algumas dicas!

Defina qual será o regime

Uma grande dúvida é se o regime adequado será o de caixa ou por competência. Independentemente do tipo de venda (crédito ou débito), a data da venda não é a mesma do recebimento, e esse tempo vai depender da operadora.

Por exemplo, há casos em que as vendas em débito são creditadas em até um dia útil e as feitas por meio de cartão de crédito, em torno de 31 dias.

É aí que entra a importância do regime:

  • no regime de competência, a receita é registrada na data do fato gerador, isso significa que deve acontecer no dia exato em que a venda foi feita, independentemente do pagamento ser realizado ou não;
  • já no regime de caixa, o registro contábil da venda é feito apenas quando o dinheiro entra na conta. Parece uma cópia idêntica do extrato bancário. Isso pode ajudar a evitar que uma despesa ou receita não realizada seja registrada.

Classifique como venda a prazo

Pelo aspecto contábil, toda vez que um cartão é utilizado como forma de pagamento, o registro de crédito e débito na contabilidade é considerado como uma venda a prazo. Pois, como já dito, a venda nunca gera uma receita imediata: no mínimo, será preciso um dia útil para o dinheiro entrar no caixa.

Conheça os prazos

O que gera confusão em vários casos é a existência de prazos diferenciados, que vão depender do tipo de cartão. Por exemplo, algumas operadoras estipulam um certo prazo para um tipo de bandeira e um tempo maior para outras bandeiras.

Por isso, conhecer esses prazos é essencial para aprimorar o controle dessa atividade na empresa.

Certifique-se quanto ao valor das taxas

As alterações encontradas nos prazos também podem ser identificadas nas taxas, que são diferentes nas máquinas e nas vendas no crédito (parceladas ou à vista) e no débito. Então, busque estar por dentro desses valores.

O serviço contábil nessa situação é muito relevante, afinal, fazer o registro da maneira adequada é essencial para manter a saúde financeira e a lucratividade no negócio. Por ser o profissional que possui experiência e domínio sobre ao assunto, contar com o apoio do seu contador é fundamental.

Conseguiu perceber a importância do registro das vendas no débito e crédito na contabilidade para um controle financeiro eficaz? Por meio dele, é possível impedir que falhas no fechamento no caixa aconteçam, evitando vários prejuízos.

Gostou deste conteúdo? Aproveite sua visita, deixe o seu comentário e compartilhe com a gente a sua experiência sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *