Muitos empresários não se dão conta, mas poderiam safar-se de uma série de problemas com o fisco caso dessem a devida importância aos livros contábeis. 

Além de ser uma obrigatoriedade conforme a lei, a escrituração dos livros possibilita que os gestores utilizem seus dados financeiros e econômicos como um diferencial, para estar à frente da concorrência. 

Ficou interessado no conteúdo? Quer saber mais sobre esse assunto? Então, selecionamos para você 3 dos principais livros obrigatórios na contabilidade. Veja!

Afinal, o que são os livros contábeis? 

Os livros contábeis são todos os registros de caráter econômico e financeiro utilizados por uma empresa. Sendo assim, a sua principal finalidade é registar todos os fatos contábeis que ocorreram em seu negócio durante todo o ano.

Conforme o Código Comercial Brasileiro, todas as pessoas jurídicas comerciantes são obrigadas a seguir um regulamento de escrituração contábil, e os livros são necessários para esse fim. No Brasil, existe uma série de livros contábeis utilizados. Entre eles, os mais importantes são: 

1. Livro Diário 

Refere-se ao livro obrigatório que registra todas as movimentações contábeis existentes em uma empresa. Nesse livro, é descrito tudo o que altera a situação patrimonial de uma organização. 

Sendo assim, todos os registros são feitos em ordem cronológica e de lançamento, desde o primeiro ao último dia de cada exercício contábil. Após a sua elaboração, todos os registros servem de base para ser feito o balanço patrimonial de sua empresa. 

2. Livro Razão 

Trata-se do livro contábil obrigatório que controla, de maneira individual, o saldo de todas as contas patrimoniais que foram descritas no Livro Diário. Dessa forma, é possível conhecer todos os registros contábeis que possam estar em aberto. 

Atualmente, a legislação tributária exige que esse livro contábil esteja disponível para consulta no período de cinco anos, caracterizando-o como essencial para esse fim.  

3. Livro Caixa 

Por fim, o livro caixa é aquele no qual as empresas registram todas as operações que envolvam bens numerários. O seu registro é feito também em ordem cronológica, ou seja, de acordo com as movimentações decorrentes de suas atividades no DFC.

Diferentemente dos outros dois livros contábeis citados acima, esse tem caráter facultativo. Contudo, é muito utilizado entre as empresas, visto que a sua aplicação oferece aos empresários a análise individual de suas contas, seja de natureza credora ou devedora. 

Qual a sua importância para as empresas? 

Muitas das vezes, nos deparamos com empresários perguntando qual a real necessidade dos livros contábeis em sua empresa. Seria apenas uma obrigatoriedade ou, de fato, a descrição dos livros contábeis é essencial para os negócios? 

Se você tem essa dúvida também, não se preocupe. Basta acompanhar o quão são importantes os livros contábeis para o seu negócio. Por meio deles, é possível ter as melhores garantias no mundo corporativo, por exemplo:

  • controle financeiro e econômico; 

  •  certeza de que tudo está sendo feito conforme exigido por lei; 

  • poder de tomada de decisão.

Neste post, descobrimos quais são os principais livros contábeis em vigor. Além disso, conhecemos as suas principais características que podem aprimorar o seu planejamento contábil.

 Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre os livros? Então, siga-nos nas redes sociais e tenha acesso a matérias exclusivas sobre o assunto! Estamos no Facebook e no Twitter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *