Por mais cativantes que as perspectivas para um autônomo sejam, não podemos esquecer que, como todos os profissionais, eles também enfrentam problemas em seu dia a dia. Entre esses problemas, podemos citar as dificuldades para manter a produtividade no trabalho.

Isso ocorre porque mesmo as pessoas mais centradas e organizadas encontram certa dificuldade em ajustar sua rotina quando trabalham por conta própria. Uma vez que sua rentabilidade está diretamente atrelada à produção, esse pode ser considerado um grave problema.

Pensando nesses profissionais, preparamos um conteúdo com o objetivo de apontar os 5 hábitos que podem ser fatais para a produtividade no trabalho, e apresentamos medidas para eliminar cada um deles.

Continue lendo e descubra como se organizar melhor para se tornar mais produtivo!

1. Aceitar tarefas demais

Como o salário de um profissional autônomo é proporcional ao número de trabalhos que completa, muitos deles acabam pegando todas as tarefas que surgem. Embora essa prática pareça boa à primeira vista, ela se mostra prejudicial ao longo do tempo.

O problema é que mesmo o profissional mais dedicado está limitado a 24 horas em um dia. Quando consideramos a alimentação e o repouso necessários, esse tempo torna-se ainda menor.

Não cumprir uma tarefa, ou entregá-la com uma qualidade inferior, mancha a imagem do profissional e afasta clientes. Portanto, é importante que o profissional aprenda a dizer não e passe a aceitar só trabalhos que de fato possa cumprir.

Ao longo do tempo essa medida mantém a qualidade de seu trabalho e fideliza clientes, o que garante uma renda contínua.

2. Não elaborar métricas

Tarefas diferentes apresentam graus distintos de dificuldade. Considerando que as pessoas também são diferentes, e contam com habilidades próprias, é possível que uma tarefa complexa para um indivíduo seja cumprida em pouco tempo por outro.

Levando essa informação em consideração, é necessário elaborar métricas para avaliar a produtividade no trabalho. A partir delas, o profissional pode observar quais tarefas faz com maior facilidade e quais exigem mais de sua atenção, o que lhe permite pegar uma quantidade adequada de trabalho (e também precificar de forma justa).

3. Não se desconectar

A tecnologia fornece ferramentas úteis. Por meio da internet, o profissional autônomo tem acesso a uma fonte inesgotável de conhecimentos e ainda pode divulgar seu trabalho. Mas, quando usada de modo equivocado, ela se torna uma inimiga da produtividade.

O profissional precisa entender que, durante o horário de trabalho, redes sociais e aplicativos só podem ser usados para realizar tarefas.

Existe um tempo para tudo e o autônomo pode definir pequenas pausas programadas e acessar a internet para se divertir. Mas tais pausas devem ser curtas o bastante para não reduzir sua produtividade no trabalho.

4. Escolher um local inadequado para trabalhar

A ideia de que o autônomo pode trabalhar em qualquer lugar é, de certo modo, uma ilusão. Um profissional que atende clientes precisa ter, no mínimo, acesso a uma internet de qualidade. Além disso, trabalhar em locais barulhentos, ou onde o profissional está sujeito a ser interrompido, é prejudicial.

Portanto, o autônomo precisa ter um lugar adequado para desempenhar suas atividades e deixar claro para parentes e conhecidos que, em seu horário de atuação, não está disponível para assuntos que não sejam de cunho profissional.

5. Não ter uma rotina definida

Sem uma rotina, a organização necessária para eliminar os hábitos anteriores é impossível. Assim, o profissional tende a se perder em meio às suas inúmeras tarefas, o que reduz não só sua produtividade, mas também a qualidade de seu trabalho.

Para evitar esse problema, o autônomo deve definir todas as tarefas que precisa cumprir em um determinado intervalo de tempo e preparar as ferramentas necessárias para executá-las. Depois que esse planejamento é feito, se for de fato cumprido, resultará em um aumento de eficiência.

Para os profissionais autônomos, que literalmente recebem de acordo com sua produção, a falta de organização e disciplina são problemas sérios, pois incidem diretamente sobre sua rentabilidade. Por esse motivo é tão importante que os hábitos citados sejam eliminados.

Agora que você sabe quais ações evitar no trabalho, que tal descobrir aquelas que aumentam sua eficiência? Conheça 5 dicas de produtividade no trabalho para contadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *