Você sabe como definir o preço para o serviço contábil realizado por você ou seu escritório?

Fixar esse valor com base na média de mercado ou tomando como base a tabela de referência do sindicato das empresas de serviços contábeis, pode ser um verdadeiro “tiro no pé”.

Isso porque, cada serviço é realizado de forma diferente, e em cada localidade do país existem cargas tributárias e condições diferentes que podem alterar o preço do honorário contábil.

O valor final pode ser insuficiente para pagar todas as despesas do seu escritório, o que pode acarretar em grandes prejuízos para seu negócio.

Nosso objetivo com este artigo é mostrar alguns critérios pontuais que devem ser observados no momento da fixação dos honorários contábeis! Confira:

Calcule o tempo real de cada atividade

Para avaliar os custos dos seus serviços e posteriormente fixar o honorário contábil, você precisa saber quantas horas do expediente são dispensadas para cada atividade.

Para chegar a esse valor, primeiro você deve saber a quantidade de horas trabalhadas por dia. Lembre-se de eliminar o tempo de inatividade, como a pausa para o lanche ou café e aquele minutinho de conversa, essencial para restaurar a concentração.

Feito isso, você poderá determinar a quantidade de tempo gasto em cada atividade realizada. Vamos ilustrar com um exemplo prático.

Suponhamos que você necessite de 2 horas do seu dia para fazer a conciliação bancária de uma empresa que movimenta diariamente suas contas.

Você precisa ter noção do tempo gasto em cada atividade, para conseguir precificar de maneira correta.

Em algumas empresas, por exemplo, você não terá o consumo de tempo de 2 horas com conciliações bancárias, no entanto, as atividades do departamento pessoal podem comprometer várias horas do dia.

É importante conhecer o tempo gasto em cada atividade. Assim, você poderá definir o preço para o serviço contábil específico para cada tipo de cliente, observando as suas necessidades e particularidades.

Calcule os custos fixos

O custo do tempo de cada atividade específica pode variar de acordo com o tipo de cliente. No entanto, algumas despesas como, aluguel, energia, água, internet e outras, existirão independente da tarefa que está sendo executada naquele momento.

Sendo assim, é importante que você conheça as suas despesas fixas, e inclua fracionadamente no valor dos honorários a parcela correspondente desses custos.

Calcule os custos com funcionários

Outro ponto imprescindível para fixação dos honorários contábeis são os custos com salários e demais proventos pagos aos funcionários.

Antes de fixar o preço para o serviço contábil, você deve definir quantos funcionários serão disponibilizados, por dia e hora, para realizar as atividades daquele cliente.

Além disso, é necessário conhecer todos os tributos incidentes sobre a contratação de funcionários.

Defina uma margem de lucro justa

Até o momento falamos apenas de horas trabalhadas e custos existentes na prestação de serviços contábeis.

No entanto, sabemos que ninguém monta um negócio para ganhar nada, sendo assim, agora vamos tratar do lucro esperado, que deverá ser incluído no preço para o serviço contábil.

Definidos os valores, com base nos critérios descritos neste artigo, você poderá adicionar um percentual, entre 15 a 20% acima do valor obtido, que corresponderá ao lucro dos serviços prestados.

Com estas dicas, você já tem as ferramentas necessárias para fixar corretamente o preço para o serviço contábil.

Gostou deste conteúdo? Então assine nossa newsletter para ficar por dentro de mais informações importantes para a gestão do seu negócio contábil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *