SPED – Sistema Público de Escrituração Digital – são uma série de documentos que deverão ser entregues ao Fisco contendo as diversas informações contábeis e fiscais de uma empresa. O Sistema Público de Escrituração Digital busca a integração dos fiscos e a padronização das entregas de obrigações acessórias, facilitando o cruzamento de dados e a auditoria fiscal.

O SPED abrange: NFS-e, NF-e, NFC-e, MDF-e, eSocial, eFinanceira, EFD Reinf, EFD ICMS IPI, EFD Contrinuições, ECF, ECD e CTe. Nesse artigo vamos tratar sobre o SPED Contábil, ou ECD: Escrituração Contábil Digital.

Vamos ensinar também a gerar esse arquivo digital através do sistema RTA Contabilidade. Acompanhe as ilustrações abaixo.

Sobre a Obrigatoriedade do ECD

A obrigatoriedade de entrega veio com o nº 6.022/2007 (posteriormente revogado e substituído pela Instrução Normativa RFB 1.420/2013). O SPED Contábil, a partir de 2016, deve ser entregue até o último dia útil do mês de maio do ano subsequente do ano-base devendo conter os seguintes documentos:

  • Livro razão e seus auxiliares,
  • Livro diário e seus auxiliares,
  • Livro Balancetes Diários,
  • Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos.

As empresas obrigadas a entregar o SPED Contábil são as de seguinte Regime Tributário:

  • Lucro Presumido,
  • Lucro Real,
  • Empresas Imunes,
  • Empresas Isentas.

Para aprofundar o conhecimento sobre quem deve entregar o ECD, clique aqui!

Software para Transmissão do arquivo SPED

Sua entrega deverá ser feita através do programa disponibilizado pela Receita Federal, e seu download poderá ser feito clicando aqui!

Sabemos que muitas vezes os profissionais da área de contabilidade enfrentam problemas para transmissão do SPED. Sendo elas por dificuldades de completar o documento, normalmente causada pela falta de informação, ou até pela falta de suporte de seus fornecedores de sistemas. O preenchimento no sistema da Receita pode ser manual ou importado do seu sistema contábil, o que é muito mais rápido e prático.

Pensando nisso, a RTA oferece um sistema muito simples e um serviço de suporte ilimitado. Caso nossos clientes tenham alguma dúvida na hora da transmissão, elas podem ser sanadas por nossos profissionais nos canais de atendimento RTA.

Passo a passo para gerar o ECD no sistema RTA Contabilidade

No RTA Sistema de Contabilidade após os lançamentos do ano serem executados, deverá ser feita a apuração de resultado. Através da aba:

Contabilidade > Lançamentos > Apuração Resultado (conforme imagem)

Gerando SPED ECD 01

No passo seguinte o sistema apresentará a janela Transferência de Saldos, na qual você selecionará o lote a ser apurado, data, contas contábeis envolvidas na apuração de resultado, a conta que receberá o valor apurado e o histórico.

Apuração de Saldos da Contbilidade

Após a apuração do resultado, temos que referenciar as contas do Plano de Contas do sistema RTA, com o Plano de Contas do sistema da Receita Federal, através do caminho:

Contabilidade > Arquivos > Referenciar Plano de Contas.

Referenciar Plano de Contas

 

Executando o passo acima, a tela seguinte será apresentada, onde o Contador selecionará o ano qual está referenciando as contas, a conta a ser referenciada (do sistema RTA), e depois a conta referencial, ou seja, a do plano de contas da Receita Federal. Lembrando que as únicas contas que serão referenciadas serão as analíticas, aquelas que recebem lançamentos contábeis.

Referenciando Plano de Contas

Após todas as contas referenciadas, poderemos gerar o arquivo para a transmissão do SPED Contábil através do caminho:

Contabilidade > Arquivos > SPED Contábil

Selecionar Sped Contabil

 

Feito isso, abrirá a tela para completar com os dados do SPED relacionados a empresa em questão.

  • Data inicial (no caso desse sped de 2017, ano base 2016, deverá ser em 01/01/2016), Data Final (31/12/2016);
  • Indicador de centralização de escrituração;
  • Situação especial (caso tenha);
  • Indicador início período;
  • Data da apuração;
  • Data de apuração do SPED anterior;
  • Número da ordem;
  • Natureza do Livro;
  • Encerramento do serviço social;
  • Nome do auditor (se houver);
  • Código CVM auditor (se houver).
  • Tipo da declaração.

Você deve ainda precisa, dependendo do caso:

  • Marcar as opções “enviar centro de custos”;
  • Se a empresa possui NIRE;
  • Se é Empresa de Grande Porte.

O último box de seleção “Referenciar Plano de Contas” é de preenchimento obrigatório para realizar a operação de referenciar com o sistema da Receita Federal.

Transmitir ECD

Após realizar esses passos, o arquivo SPED estará pronto para ser importado para o programa da Receita e transmitido na sequência.

Ficou alguma dúvida? Me escreva através do suporte@rtalmeida.com.br que eu te auxilio!

Bom trabalho!

Wagner de Meira | Gerente de Implementação RTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *