Parece irônico, mas muitas vezes acontece do contador ou escritório de contabilidade ficar sem receber seus honorários dentro do prazo combinado. Quando tal situação acontece, é importante saber lidar com o cliente inadimplente. Isso para não correr o risco de ficar sem receber, ou até mesmo entrar em conflito com o devedor. Afinal, em ambos os casos se perde.

Quer saber como reverter esse quadro? Aprenda agora como cobrar quem já passou da data de pagar!

Lembre a data do pagamento ao cliente

Muitas empresas sofrem de desorganização crônica, mesmo tendo a parte contábil impecável. Assim, enviar um lembrete antes do vencimento dos seus honorários é uma maneira eficaz de ser lembrado e receber em dia.  

Esse lembrete pode ser feito por e-mail, precisa ter um tom amistoso e deixar claro que é uma comodidade, e não uma cobrança.

Forneça opções

Ampliar as possibilidades do cliente pagar seu débito gera facilidade. Essa simplicidade ajuda a reduzir o risco da inadimplência. Por essa razão, trabalhe com mais de uma forma de pagamento.

Boletos enviados por e-mail e que podem ser pagos na maior parte da rede bancária (ou lotéricas) são bastante práticos. Assim como os cartões de débito, eles são líderes na preferência dos consumidores quando o assunto é pagar contas.

Para os casos dos clientes que dão mais trabalho na hora de pagar, uma possibilidade é mandar retirar os valores por meio de portador. Lembre-se de que o importante é receber de forma amigável e que todo esforço nesse sentido é válido.

Registre o histórico da clientela

Manter registros dos hábitos de pagamento da clientela auxilia a identificar quem paga com pontualidade. Também permite visualizar, com antecedência, os que têm problemas relacionados à quitação de débitos. Por isso, montar um cadastro com o histórico de pagamentos dos clientes é mais uma ferramenta para evitar problemas de ordem financeira.

Porém, não pense que esse controle deve ser complicado. Ele pode ser feito de forma simples, utilizando uma planilha na qual sejam anotados os nomes das empresas, as datas de vencimento dos compromissos e o dia em que eles foram pagos.

Cobre o débito

Todas as medidas até aqui elencadas são preventivas, ou seja, visam reduzir ao mínimo a ocorrência de clientes devedores. Mas, quando nada deu certo, o jeito é cobrar. Envie uma mensagem sinalizando que sua empresa aguarda o pagamento.

Caso o cliente inadimplente não tome nenhuma iniciativa, reitere o aviso. Faça isso sem constranger e abrindo espaço para o cliente negociar. Esses dois cuidados são fundamentais ao fazer uma cobrança, pois demonstram cordialidade e boa vontade.

Seja flexível

Em tempos de economia retraída, mesmo os bons pagadores estão sujeitos a ter dificuldades para saldar seus compromissos. Ser flexível é então a postura ideal.

Desse modo, ao perceber que a empresa devedora precisa de um prazo maior, ou condições diferenciadas para saldar seus débitos, mostre-se compreensivo. Tenha em mente que é sempre melhor demorar a receber do que ter prejuízo.

O cliente inadimplente é uma realidade em todo ramo, inclusive no da contabilidade. Portanto, além das ações acima elencadas, esteja sempre atento. Ao iniciar uma relação comercial, faça um contrato detalhado. Também sempre verifique que tipo de empresa vai atender para não se ver às voltas com uma má pagadora recorrente.

O post foi útil para você? Então compartilhe-o nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *