Parece um pouco difícil no meio da correria da safra ainda ter que tomar nota de tudo o que entra e sai do seu bolso, se cada minuto que é investido na safra é precioso, também é importante entender, em números, o quê e como é investido. Somente olhar o saldo positivo ou negativo no banco não basta, é preciso entender a contabilidade agrícola. 

Sempre estamos buscando as melhores tecnologias, sementes, técnicas de máquinas e outros produtos almejando melhorar a produtividade. Mas nem sempre damos a importância de verificar se compensou ou não os gastos com os produtos comprados, assim, não conseguimos saber no que realmente investir. 

Para auxiliar o produtor, a contabilidade agrícola chegou como uma ferramenta que apresenta todas essas informações claras e objetivas. Esse controle pode ajudar nas tomadas de decisão, já que possibilita uma melhor visualização de como administrar as atividades e resultados da sua propriedade. 

O primeiro passo para você começar a fazer a contabilidade da sua propriedade agrícola é o registro de tudo o que você possui e faz na safra, principalmente datas e custos de materiais. Para facilitar, você pode separar os registros em três categorias: patrimônio; estoque; atividades. 

Para o registro de seu patrimônio, a ação mais importante é a realização de um inventário completo da propriedade rural, pois é por meio dela que o proprietário tem controle sobre os bens do seu patrimônio de uma forma integral. Mas fique atento a detalhes como: fusão de instituições, valor do ativo, reserva legal, licenciamento ambiental, partilhas, valor de locação, incorporações e outros.

É por meio do inventário que o dono  tem total controle sobre processos que envolvem sua propriedade, além de ter uma completa avaliação dos processos, dados e bens. A avaliação da máquinas e outros equipamentos, também devem constar no seu registro de patrimônio. 

O serviço de estoque é um pouco mais trabalhoso, mas lhe garante segurança para tomadas de decisão e controle sobre sua propriedade. A primeira vez é a mais trabalhosa, mas conforme for comprando os insumos, o hábito de registrar já estará na rotina. Assim, comece anotando o que achar melhor, aquilo que possui guardado no depósito, seja defensivo agrícola, adubo, semente, outros. 

É importante manter uma sequência de organização, anotando os objetos com suas respectivas datas de validade e lote, assim, você sabe o que deve usar com mais rapidez. Esse controle te deixa atento quanto a quantidade de produto que estão com um pequeno prazo de validade e também o que você deve comprar para completar o seu estoque. Para visualizar o seu estoque e automatizar a saída e entrada de produtos, você precisa de um software agrícola e para isso RTA Sistemas pode te ajudar. 

Muitos agricultores cometem o erro de não registrar todos os fatos contábeis, às vezes, esses dados são guardados na memória do proprietário e isso gera pequenos descontroles que posteriormente viram uma “bagunça” e prejudica o planejamento. 

É difícil que em uma propriedade você tenha padrões de terra, por isso, saber quais foram as atividades, registrando quanto elas custam e qual foi a produtividade, é essencial para o seu negócio. Por isso, você deve anotar: qual a data de realização; qual a atividade agrícola; qual talhão foi realizada a atividade; insumos utilizados e os preços; produtividade por talhão na colheita. 

Com todos esses registros você saberá quanto foi investido em casa um dos talhões, assim, na próxima safra você pode se programar melhor levando em consideração as diferenças entre as áreas e o manejo do mês anterior. 

Diante disso, o sucesso da sua propriedade depende de organização e fácil visualização de dados, esse resultado conseguimos somente com a utilização de softwares de gestão agrícola. A contabilidade deve fazer parte da sua rotina, por isso deve ser facilmente monitorada, para isso a RTA Sistemas tem um software perfeito para a sua propriedade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *