Após nove quedas consecutivas, o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu por unanimidade manter a taxa Selic em 2% ao ano. É o valor mais baixo já registrado na série histórica do comitê.

As baixas têm sua causa na crise da pandemia, que enfraqueceu diversos setores da economia. Com a taxa de juros mais baixa, o crédito é estimulado e a economia é aquecida. Mas, no momento, vários setores já estão retornando às atividades, e nesse cenário uma Selic muito baixa pode significar aumento na inflação.

Especialistas afirmam que a taxa tende a se manter até o fim deste ano, pelo menos. Segundo o próprio Copom, quando houver a necessidade de alteração na taxa ela acontecerá gradualmente, de olho na trajetória fiscal.

Mas, na prática, o que significa isso? Continue lendo e entenda os impactos da Selic no cenário econômico atual.

O QUE É A SELIC

A Selic, ou Sistema Especial de Liquidação e Custódia, é um sistema virtual de compra e venda de títulos públicos, que é feita diariamente pelas instituições financeiras. A porcentagem se refere aos juros relativos a essas movimentações, e por esse motivo ela influencia a taxa de juros geral no Brasil.

A Taxa Selic é hoje a melhor ferramenta do Banco Central para controlar a economia interna do país. O seu valor corresponde à taxa de juros básica da economia brasileira, e tem influência em todas as movimentações com juros, como empréstimos, aplicações e financiamentos.

CONTROLE DA INFLAÇÃO 

Um valor baixo na Selic significa estímulo à produção e consumo. Isso porque juros mais baixos barateiam o crédito, o que aquece a economia. Porém, quanto mais baixa a Selic, menor o controle da inflação, já que a oferta e demanda de produtos e serviços no mercado interno aumenta.

A inflação já deu sinais claros de subida, com produtos da cesta básica aumentando significativamente. O arroz, por exemplo, teve alta expressiva nos últimos meses. Dessa forma, manter a taxa sem baixá-la é uma forma de tentar segurar a subida dos preços. Estima-se que com a Selic no atual valor, a inflação atingirá 2021 dentro da meta projetada.

E NO LONGO PRAZO?

Especialistas afirmam que a Taxa Selic em 2% é insustentável a longo prazo. Segundo projeções, com a taxa em 2% a inflação sobe muito acima da meta em 2022 e ainda mais em 2023. Por isso, é provável que a taxa venha a aumentar já no próximo ano, visto que os impactos da alteração tendem a aparecer com um intervalo de seis a nove meses.

INFLUÊNCIA PARA O CONSULTOR CONTÁBIL

Um bom conhecimento de economia é fundamental para a consultoria contábil, já que um julgamento claro desse aspecto tem grande influência na tomada de decisão do gestor. O entendimento sobre a Selic, por exemplo, permite ao consultor indicar aos clientes as melhores formas de investimento e quais mercados podem gerar mais retorno.

A RTA Sistemas tem ótimas ferramentas para automatizar o seu trabalho contábil. Com elas, você otimiza seu tempo, que pode ser empregado acompanhando as oscilações econômicas, por exemplo. Assim, o seu cliente sempre poderá contar com a sua consultoria de forma assertiva e atualizada.

Entre em contato conosco e conheça as nossas ferramentas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *