Prestar serviços de contabilidade para MEI é uma grande oportunidade de negócio. É fato que o microempreendedor individual pode desenvolver a maior parte da gestão contábil sozinho, mas contar com o apoio profissional faz diferença para o crescimento desse empresário. Por esse motivo, separamos aqui algumas dicas de quais serviços oferecer e como atrair e fidelizar o público MEI. 

De acordo com um levantamento do Portal do Empreendedor, publicado no G1, em 2019, o Brasil ultrapassou a marca de 8 milhões de microempreendedores individuais. Desde 2014, o número de MEIs cresceu 120%, e foram mais de 379 mil novos empreendedores formalizados somente no primeiro trimestre de 2019. Um estudo do Serasa Experian, apontou que 81,4% das novas empresas abertas em 2018 são MEIS e é por esse motivo que você precisa estar atento a prestação de serviços também para esse público. 

O microempreendedor não é obrigado a contratar um contador ou manter uma contabilidade formal, mas essa regra vale somente para as atividades simples da empresa, como a abertura de CNPJ e o pagamento do documento de arrecadação do simples nacional (DAS). Mas se o empreendedor quer expandir e gerir sua empresa de forma profissional, o contador se torna indispensável. 

Muitas vezes os processos contábeis não são conhecidos pelo MEI recente, o que pode torná-lo desorganizado com documentações e controles. Existem tarefas que são mais complicadas, como a contratação de funcionários e obtenção de crédito que requer o auxílio de uma assessoria, por isso, o contador é importante para ajudar na gestão administrativa e contábil. 

Serviços que você pode oferecer para o MEI

  • Abertura do MEI

O primeiro passo para reter seu cliente é fazer a abertura do MEI sem alguma cobrança, pois esse processo é extremamente simples e pode ser realizado online, pelo Portal do Empreendedor, assim você consegue mostrar o valor da contabilidade para o microempreendedor. 

  • Relatórios mensais e anuais

O MEI precisa preencher um relatório mensal de receitas brutas até o dia 20 de cada mês, para ter controle sobre seu faturamento, passo importante para manter a organização e também exige em anexo das notas fiscais emitidas. Outro serviço que você pode oferecer é o envio da declaração anual simplificada o faturamento, esse trâmite é obrigatório para o MEI enviar, é nesse momento em que todos os relatórios feitos serão reunidos para chegar ao faturamento total. Segundo a Lei, esse faturamento não pode passar de R$81 mil, que caracteriza a formalização como MEI. 

  • Otimização tributária

Apesar de seus impostos serem unificados pelo DAS, o empreendedor corre risco de pagar maior percentual no imposto de renda, pois parte do seu lucro obtido é direcionado para pessoa física. O serviço de otimização tributária pode auxiliar a economia com impostos do MEI. 

  • Contratação de funcionários

Um dos serviços mais importantes que o contador pode oferecer para o MEI é o apoio na contratação de funcionários, pois esse assunto gera muitas dúvidas para esses empresários. De acordo com a lei, o microempreendedor pode contratar somente um funcionário com remuneração de um salário mínimo ou piso salarial para a categoria. O MEI precisa recolher o FGTS, administrar folha salarial e seguir as normas trabalhistas. 

Quando o MEI se desenvolve, a tendência é ultrapassar o teto de R$ 81 mil de faturamento por ano e partir para um novo enquadramento. Neste caso, aconteceria a migração de MEI para ME (microempresa) ou empresa de pequeno porte, que precisa do desenquadramento do simples nacional. Com isso, a contabilidade passa a ser obrigatória, assim, você pode oferecem um pacote de serviços mais completo para esse cliente. 

A vantagem de ter um cliente que é MEI, é o seu potencial de crescimento, se tornando um cliente ainda mais valioso. Auxiliar seu dia a dia e otimizar as suas funções fica mais fácil com a RTA Sistemas, que possibilita maior atenção para a consultoria de seus clientes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *