Passam-se dias e a rotina é basicamente a mesma: horas em frente a planilhas, muitos números, leis que se atualizam constantemente e um grande receio de perder os prazos. Quantas vezes essa situação já aconteceu? É fácil ficar um pouco perdido em meio a tantas informações e obrigações a cumprir, principalmente quando não se tem um planejamento contábil.

Neste post será possível entender a definição do que é um bom planejamento contábil, por onde começar e quais os benefícios que ele trará. Quer saber mais? Confira.

O que é um planejamento contábil?

O planejamento é uma forma de organização que permite a melhor gestão do tempo e a definição de objetivos a curto, médio e longo prazo, garantindo assim mais eficiência para um escritório contábil.

Por meio dele é possível dar um direcionamento para os trabalhos e estabelecer os passos para alcançar o objetivo final. Também é pelo planejamento contábil que se pode analisar a qualidade das atividades desempenhadas, propor melhorias e programar o futuro financeiro do escritório.

Com essa organização fica mais fácil de permanecer competitivo no mercado, oferecer serviços diferenciados e se especializar em áreas pouco exploradas. Sabendo de tudo isso dá vontade de começar agora mesmo, certo?

Como elaborar um plano eficiente?

Para elaborar um planejamento contábil eficaz é necessário analisar diversos fatores, tanto internos como externos.

Um bom começo é fazer o diagnóstico do escritório, encontrar os pontos positivos e negativos e colocá-los no papel. É importante saber que nenhuma empresa é perfeita e quanto antes conhecer as falhas, mais rapidamente elas serão corrigidas.

Já os pontos positivos podem ser aperfeiçoados, transformados em especialidades do negócio para dar mais eficiência aos trabalhos.

Também devem ser considerados os fatores externos como:

  • o comportamento do mercado;
  • a situação financeira dos clientes;
  • fazer uma análise sobre o perfil dos clientes e identificar o que pode ser aperfeiçoado para eles;
  • analisar as alternativas para atrair mais rentabilidade ao escritório;
  • verificar as situações que poderão interferir no desempenho das atividades;
  • analisar se o foco da empresa continuará sendo valorizado no decorrer dos anos ou se as mudanças tecnológicas afetarão as atividades, entre outros aspectos.

É preciso reunir o maior número de informações para estar preparado para o futuro.

Lembre-se também de verificar as demandas que surgem no dia a dia do escritório a fim de melhorar a rotina e atender os clientes com mais agilidade.

Com todas as informações em mãos é possível traçar o melhor caminho para o escritório e colher as vantagens de se ter essa organização.

Quais os benefícios do planejamento?

Um bom planejamento pode trazer muitos benefícios para um escritório. Um deles é a criação de uma identidade, com definições das especialidades que a empresa trabalha e o direcionamento para qual lado poderá investir e obter mais resultado.

Também é possível incentivar os colaboradores para que busquem mais capacitação técnica nessas áreas a fim de oferecer mais qualidade nos serviços prestados e credibilidade para os clientes. 

Ao traçar os objetivos e caminhos para alcançá-los é mais fácil de engajar a equipe para que todos tenham foco para conquistar o resultado desejado. Vale lembrar que um time motivado desempenha melhor as atividades. Sendo assim, reconheça as qualidades dos funcionários, não apenas com salários maiores, mas com elogios públicos. Assim, quando você precisar cobrar algo a mais eles estarão motivados para isso.

Outro grande benefício com a organização do escritório é a possibilidade de programar as tarefas da equipe de acordo com a demanda. Ou seja, se dezembro é um mês com pouco movimento é possível dar mais férias aos funcionários ou adiantar outras tarefas. Dessa forma, se o mês seguinte for mais movimentado em função de pagamentos de impostos e fechamentos contábeis, a equipe estará com tempo disponível para desempenhar as atividades necessárias sem gerar desgastes.

Enfim, é possível organizar melhor o desempenho de cada colaborador, aprimorar os conhecimentos técnicos e obter a ajuda de todos para alcançar os objetivos traçados.

Gostou das nossas dicas para realizar um bom planejamento contábil? O que acha de compartilhar esse post nas suas redes sociais e permitir que outros profissionais conheçam mais sobre o assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *