As atividades contábeis compreendem uma gama de responsabilidades que, em sua maioria, são desconhecidas para as pessoas.  Entre essas, podemos mencionar as obrigações acessórias. Elas são declarações com prazos estipulados, nas quais constam informações referentes às operações das empresas que são entregues para diferentes esferas governamentais — ou seja, federal, estadual e municipal.

Por meio delas, o governo verifica se os dados declarados batem com as apurações dos impostos, com as receitas efetivas e com as movimentações ocorridas no departamento pessoal.

Neste post, listamos dicas essenciais para você otimizar seu processo de entrega das obrigações acessórias e evitar problemas no futuro. Não perca mais tempo, leia o artigo e confira!

1. Elabore um calendário fiscal

Você sabe os prazos estipulados para a entrega das declarações, sejam elas em âmbito contábil, fiscal ou trabalhista, mas, mesmo assim, essas entregas são realizadas nos momentos finais, gerando certa “correria” para os envolvidos.

Atrasos ou falta de entrega das obrigações acessórias podem gerar multas e autuações. Evite isso criando um cronograma para a sua equipe de trabalho. 

Nele, elenque todas as obrigações e as respectivas datas de emissão, evite prazos apertados e crie uma rotina de trabalho antecedendo os prazos, porém, priorizando por ordem de data.

2. Atente-se as mudanças

Como já é de costume, a legislação brasileira tem mudado constantemente, fazendo com que empresários e profissionais contábeis necessitem estar alinhados com as exigências solicitadas.

Para que isso não se torne um problema, é imprescindível que os contadores estejam em constante aperfeiçoamento de suas funções, se atualizando conforme as necessidades.

3. Organize a documentação

Para que não haja equívocos nas apurações dos impostos ou em qualquer outra área da sua empresa, é de suma importância que a documentação seja frequentemente organizada.

Uma vez que esse trabalho seja realizado e se torne um hábito dentro das rotinas do seu empreendimento, ele passará a ser praticado de forma fácil e ágil — permitindo, assim, que caso se necessite de alguma informação para transmissão das obrigações, a documentação será localizada rapidamente.

4. Utilize um software de gestão fiscal

A tecnologia otimizou as tarefas em diversas áreas, tornando a troca de informações um processo rápido e eficiente. Para a contabilidade isso não foi diferente: a modernização tecnológica permitiu a integração dos dados, emissão de relatórios e exportação de informações.

Um software de gestão fiscal possibilitará um maior rendimento para a sua empresa, já que ele automatizará as informações dos mais variados setores, integrando, assim, sistemas aleatórios utilizados no seu ramo de atividade.

Outro importante benefício é a rápida identificação de erros. Isso gera maior eficiência na solução, além de reduzir consideravelmente os erros de registros, uma vez que as informações são emitidas em forma de relatórios, deixando de ser um processo manual.

Independentemente do porte do seu escritório contábil, as demandas exigidas são altamente numerosas. Por esse motivo, é notório que a contabilidade deixou de ser meramente um processo tributário e passou a estar presente no dia a dia das empresas, tornando-se um suporte na tomada de decisão.

Gostou de nossas dicas de como otimizar a entrega das declarações acessórias? Curta agora mesmo nossa página no Facebook e acompanhe conteúdos atualizados para potencializar sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *